quinta-feira, 24 de julho de 2008

Sonetos "Ingleses"

Um meu:

Estive pensando em escrever um soneto,
Que não é mesmo um poema qualquer.
De forma certinha, é branco no preto;
E o poeta não versa do jeito que quer.
Ainda pior é o soneto inglês,
Que exige do bardo bem mais destreza:
Os tercetos se vão, e, vejam vocês!
Há mais um quarteto na poética inglesa.
Os temas são muitos. Façam-me um favor,
Em tempos de hoje, tempos pós-modernos,
Não me venham pedir um soneto de amor
Em que o poeta padece no quinto dos infernos.
Escrevo eu, então, sem sofrer pelo ser amado;
E fecho com um dístico de pé quebrado.
Um do Poeta:
Sonnet 144
Two loves I have of comfort and despair,
Which like two spirits do suggest me still:
The better angel is a man right fair,
The worser spirit a woman coloured ill.
To win me soon to hell, my female evil,
Tempteth my better angel from my side,
And would corrupt my saint to be a devil,
Wooing his purity with her foul pride.
And whether that my angel be turned fiend,
Suspect I may, yet not directly tell;
But being both from me, both to each friend,
I guess one angel in another's hell:
Yet this shall I ne'er know, but live in doubt,
Till my bad angel fire my good one out.
Eu sou engraçadinha.
Mas o Poeta é mesmo genial!

3 comentários:

oblivion seeker disse...

Delightful!

Rarely do we have the chance to see the work of two brilliant minds in the same post.... Thank you for sharing hmmm the tip of your iceberg?


Much Leo-ve and Light to you and those around you

adelaide amorim disse...

Muito bom seu blog, Nessa. Uma delícia de ler.
Beijo pra você e até breve.

Larissa disse...

Professora,

Devo dizer que ADOREI seu blog... e que o seu soneto é tb genial... mt legal!!! Parabens...

Bjinhos e até a próxima aula.

PS.: Vou TER que divulgar pra nossos amigos... rsrs