terça-feira, 16 de setembro de 2008

Teoria do Caos

A poesia tende à prosa.
A tendência da métrica é o verso livre.
A tendência da rima é a dissonância.
A tendência da sintaxe é Elizabetana.
A roupa que eu tiro tende à minha cama.

E Deus criou o caos
E viu que ele era bom...

Um comentário:

adelaide amorim disse...

É por aí. Meu ouvido é meio rebelde pra novidades muito caóticas e é por isso que a oficina do Carlito tem ajudado muito. Nem faço questão da rima. Tenho um pouco de dificuldade com experimentalismos radicais em poesia. Mas até o caos tem seus ritmos e as cores que lhe caem melhor.